Director: João Carlos Vieira
Quarta-feira, 24 de Maio de 2017
2016-10-10 15:08
“Portugal Surf Awards” premeia melhores do ano

A entrega dos prémios “Portugal Surf Awards” da Associação Nacional de Surfistas, decorreu em Cascais, durante o jantar de encerramento da Liga Moche, o campeonato nacional de Surf.

O evento galardoou os surfistas e personalidades de maior relevo no surf nacional ao longo de 2016 e o mais galardoado da noite foi Gony Zubizarreta, consagrado como vencedor da Liga Moche, tendo recebido ainda o prémio de autor da melhor onda do ano (9.90 em 10 pontos possíveis no Allianz Ericeira Pro by Dakine) e o prémio de “Surfer’s Surfer”, categoria em que os surfistas nacionais escolhem o seu surfista preferido do ano na Liga Moche.

Sobre esta ocasião especial, Gony mostrou-se agradecido, afirmando que “Adorei a noite da entrega de prémios. Foi muito emotiva. Os discursos de todos os vencedores foram épicos. Senti-me muito querido por todos os surfistas portugueses e isto é muito importante para mim. Obrigado a todos”, finalizou.

Já a cascalense Carol Henrique foi a mais galardoada das surfistas ao ser consagrada como campeã nacional de 2016 e receber ainda o prémio de melhor onda do ano na categoria feminina (9.00 em 10.00 pontos possíveis no Allianz Caparica Pro). Carol, que venceu quatro etapas consecutivas da Liga, sucede à bicampeã Teresa Bonvalot como campeã nacional.

Na categoria masculina, Pedro Henrique recebeu o já anunciado troféu de campeão nacional. O surfista de Cascais interrompeu um ciclo de cinco anos de título nacionais alternados entre Vasco Ribeiro e Frederico Morais.

Ao nível dos prémios sob escrutínio privado dos surfistas, estes elegeram Camilla Kemp, pelo segundo ano consecutivo, como vencedora na categoria feminina de “Surfers’ Surfer” da Liga Moche 2016, e, ainda, o Allianz Ericeira Pro by Dakine como a melhor etapa do ano pela terceira vez consecutiva. Uma nota especial também para os juniores em ascensão, Mariana Garcia e Dylan Groen, que foram coroados como melhores juniores do ano da Liga Moche (segunda vez consecutiva no caso de Groen).

A maior ovação da noite foi para João Valente que foi surpreendido com o prémio Carreira graças aos quase trinta anos que está à frente do projeto SurfPortugal, fazendo da revista um nome indissociável do surf português. No seu discurso, João Valente prometeu “surpresas e que daqui a um ano estejamos a celebrar algo relacionado com o projeto da revista que, com toda a certeza, seria diferente”.

Por último, registe-se em detalhe o prémio de personalidade do ano. Depois de vinte e dois anos a tentar levar o surf aos Jogos Olímpicos, a International Surfing Association, liderada pelo seu presidente Fernando Aguerre, viu em agosto passado, no Rio de Janeiro, cumprir-se este sonho quando, por unanimidade, o Comité Olímpico Internacional anunciou que a modalidade estaria presente nos próximos jogos, em 2020, em Tóquio, no Japão. Nas palavras de David Raimundo, selecionador nacional de Surf, que recebeu o prémio, “foi feita história e o surf vai ser muito diferente, para melhor, daqui a frente.”

Lista de prémios entregues nos "Portugal Surf Awards":
Campeões nacionais Liga Moche: Carol Henrique e Pedro Henrique
Vencedor da Liga Moche: Gony Zubizarreta
Melhor onda Liga Moche: Carol Henrique e Gony Zubizarreta
Juniores do ano Liga Moche: Mariana Garcia e Dylan Groen
Surfers Surfer Liga Moche: Camilla Kemp e Gony Zubizarreta
Melhor Evento Liga Moche: Allianz Ericeira Pro by Dakine
Personalidade do Ano 2016: International Surfing Association (ISA)Prémio Carreira 2016: João Valente (SurfPortugal)


PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site