Director: João Carlos Vieira
Terça-feira, 22 de Agosto de 2017
2016-02-28 16:15
Atletas lusos voam com olhos postos no apuramento olímpico

João Pereira, Miguel Arraiolos e Melanie Silva, na companhia do treinador Lino Barruncho, já partiram de Lisboa com destino aos Emirados Árabes Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

Os triatletas portugueses voam, primeiro, para Abu Dhabi, onde terá lugar a primeira etapa da World Thriatlon Series, o circuito mais importante do triatlo mundial, dia 5 de Março.

João Silva, o quarto triatleta português deste lote que espreita o apuramento para os Jogos Olímpicos de 2016 parte amanhã de madrugada para Abu Dhabi.

O plano de viagem deste quarteto diverge depois de Abu Dhabi, com o trio orientado por Lino Barruncho a seguir para a Austrália e Nova Zelândia, enquanto João Silva (22º “ranking” qualificação olímpica) explica que faz depender a sua agenda da classificação na WTS árabe:

“Se conseguir um bom resultado, regresso a Portugal e só volto a viajar para a prova da WTS de Cape Town, na África do Sul (a 24 de Abril). Só se o resultado não for satisfatório é que vou competir à Austrália.”

João Pereira, Miguel Arraiolos e Melanie Santos seguem de Abu Dhabi para a Austrália, mais especificamente, Noosa, onde irão preparar as próximas provas na Ocêania: a Taça do Mundo de Mooloolaba, Austrália (12 de Março), a Taça do Mundo de New Plymouth, Nova Zelândia (3 de Abril) e a WTS da Gold Coast, Austrália (10 de Abril).

Sublinhe-se, todavia, que, entre estes três, os objectivos diferem: João Pereira está virtualmente apurado para os Jogos Olímpicos do Rio (7º na lista pata os Jogos) e quer somar pontos no “ranking” que lhe permitam consolidar esse estatuto.

Também Miguel Arraiolos quer assegurar o apuramento, embora esteja numa posição bem menos vantajosa, no 37º lugar do “ranking” de qualificação.

Melanie, a mais jovem deste grupo, com apenas 20 anos, procura somar pontos que lhe permitam um bilhete olímpico para o Rio de Janeiro. Melanie está no 112º posto do “ranking” de qualificação.

João Pereira expõe os seus planos:  “O meu objectivo para esta viagem é o de encontrar situações competitivas e somar pontos na WTS. Obviamente, se puder ajudar o Miguel e a Melanie a conseguirem mais uns pontos para estarem nos Jogos Olímpicos, também o farei.” Fruto da situação pontual vantajosa de João Pereira face aos companheiros de digressão, este não competirá na Taça do Mundo de New Plymouth.

Miguel Arraiolos, por seu turno, assume totalmente o ataque aos Jogos Olímpicos nesta digressão intercontinental:  “Parto com a meta de poder assegurar de forma mais confortável o apuramento olímpico para, no regresso desta viagem, poder gerir melhor a minha forma com vista aos Jogos. Em termos de resultados, isto traduz-se em classificações de ‘top 20’nas WTS e ‘top 10’ nas provas de Taça do Mundo.”

Melanie Santos também parte com o Rio de Janeiro no pensamento, mas sabe que, aos 20 anos, tem tudo a ganhar, já que a sua evolução natural como atleta apontaria à partida para uma presença nos Jogos de 2020, em Tóquio:

“O objectivo em Abu Dhabi e, depois, na Austrália e Nova Zelândia, é acumular pontos para a qualificação olímpica já em 2016. Fundamentalmente, vou para ganhar experiência competitiva ao mais alto nível e trazer os melhores resultados possíveis.”

O trio orientado pelo treinador da Federação de Triatlo de Portugal, Lino Barruncho, regressa a Portugal dia 11 de Abril.

DL/FTP

PUB
Artigos relacionados:

Coloque as Farmácias de Serviço no seu site